MENU

15/07/2019 às 15h07min - Atualizada em 15/07/2019 às 15h07min

E-Prix de Nova York: Frijns vence e título da Fórmula E 2018/19 fica com Vergne.

Do f1.mania.lance.com.br.
Fia\FE


Robin Frijns venceu a segunda corrida do ePrix de Nova York, 13ª e decisiva etapa da temporada 2018/19 da Fórmula E, enquanto Jean-Eric Vergne comemorou seu bicampeonato na categoria.
O francês agora é o único bicampeão da série elétrica de monopostos, que caminha para sua sexta temporada – começando em novembro com a rodada dupla em Al-Diriyah.
A decisão da temporada chegou em sua última corrida com três quatro pilotos mantendo chances matemáticas ao título. Sebastien Buemi, Mitch Evans, Lucas Di Grassi e o líder Vergne.
Buemi precisava fazer a pole e vencer para ser campeão, contanto que Vergne terminasse fora dos 10 primeiros e não pontuasse. As chances do suíço acabaram ainda na qualificação. Apesar de garantir a vaga na Super Pole – onde os seis melhores da fase de grupos disputam a pole – Buemi conseguiu apenas a terceira posição, sem chances matemáticas ao título.
Evans precisava vencer e torcer para Vergne terminar fora dos pontos, e Di Grassi precisaria vencer com o francês chegando no máximo na oitava posição.
O pole Alexander Sims se manteve à frente na largada, mas era duramente atacado por Frijns. Apesar dos ataques, Buemi foi quem passou o piloto da Virgin e assumiu a primeira colocação nos estágios iniciais, antes de novamente ser superado algumas voltas depois para receber a bandeira quadriculada na terceira posição, assumindo a vice-liderança do Mundial – que era de Di Grassi.
Di Grassi largou em 10º e era seguido por Vergne na 11ª posição na largada. O brasileiro escalou o pelotão e ocupada a sétima posição, quando tentou atacar Evans – na última volta da corrida – e foi empurrado contra o muro pelo piloto da Jaguar. Di Grassi levou a pior e acabou preso no muro, não completando o ePrix. Evans terminou em 14º e recebeu um ‘drive-throug’ como penalidade, que não afetará a pontuação da etapa.
Sam Bird terminou na quarta posição seguido por Daniel Abt. Oliver Rowland foi o sexto colocado à frente do campeão da temporada Vergne.
Stoffel Vandoorne, Antonio Felix da Costa e Gary Paffet completaram a zona de pontuação.
Felipe Massa largou na última posição e terminou na P16, com 17 pilotos recebendo a bandeira quadriculada.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp