MENU

22/11/2021 às 12h42min - Atualizada em 22/11/2021 às 12h42min

Stock Car: Camilo e Maurício vencem corridas em Santa Cruz do Sul.

Thiago Camilo e Ricardo Maurício venceram as corridas da penúltima etapa da temporada 2021 da Stock Car, disputadas no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS), neste domingo (21).

Leandro Marson
Do f1mania.net.com.br
Rafael Gagliano

O piloto da Ipiranga Racing largou da pole position na primeira corrida e venceu de ponta a ponta. Já o atual campeão apostou em uma estratégia para a segunda prova e capitalizou a vitória.
Camilo liderou praticamente toda a primeira prova do dia, exceção ao momento em que visitou os boxes, alcançando a vitória. Julio Campos, com um carro da Lubrax Podium, ficou com a segunda posição, depois de pressionar o dono do Toyota número 21 na volta final. Allam Khodair, da Blau Motorsports, foi o terceiro.

Na segunda corrida do dia, Ricardo Maurício, que abandonou a primeira corrida após ter um pneu furado, apostou em um novo jogo de pneus e tomou a liderança no momento da rodada de paradas nos boxes, garantindo a vitória para a Eurofarma RC. Rafael Suzuki, da Full Time, foi o segundo, enquanto Rubens Barrichello, também piloto do time de Maurício Ferreira, foi o terceiro.

Os dois postulantes ao título tiveram desempenhos distintos. Gabriel Casagrande completou a primeira corrida do dia na quarta posição, um posto à frente de Daniel Serra. Na segunda, o piloto da A.Mattheis-Vogel foi o sétimo, enquanto o representante da Eurofarma RC fechou a prova com a décima colocação.
A decisão do campeonato da Stock Car será disputada no dia 12 de dezembro, com a realização da etapa de São Paulo, marcada para o Autódromo de Interlagos.

Confira como foi a etapa:

Corrida 1:
A corrida começou com Thiago Camilo mantendo a liderança nos metros iniciais, sendo seguido por Allam Khodair, que superou Julio Campos após a primeira curva. Daniel Serra apareceu na quarta posição, sendo seguido por Gabriel Casagrande e Ricardo Maurício. Já Rubens Barrichello despencou da oitava para a 11ª posição.
Enquanto Camilo seguia com alguma tranquilidade na frente, Campos seguia próximo de Khodair, em disputa valendo a segunda posição. Maurício, por sua vez, usou o push para atacar Casagrande, mas não conseguiu a ultrapassagem. No pelotão de trás, Bruno Baptista e Sergio Jimenez se tocaram, com o piloto da RCM tendo de visitar os boxes.
Na sexta volta, Ricardo Maurício teve o pneu dianteiro direito estourado, deixando a disputa das primeiras colocações. Casagrande, então, passou a atacar Serra, em batalha pelo quarto lugar, mas não conseguiu a ultrapassagem mesmo usando o push. Na frente, Camilo viu Khodair se aproximar, trazendo a diferença para quatro décimos na oitava volta.
Os boxes foram abertos no nono giro, com Lucas Foresti sendo o primeiro a fazer a parada obrigatória. Na frente, Serra se mantinha à frente de Casagrande, o que permitiu a aproximação de Diego Nunes, o sexto colocado. No grupo dos líderes, o primeiro a visitar os boxes foi Camilo, que entrou para a parada na volta 11. Um giro depois, Khodair e Serra foram para a troca de pneus.
No 13º giro, Campos e Casagrande partiram para a troca de pneus e reabastecimento. Após as paradas, Camilo apareceu na liderança, seguido por Campos, Khodair, Casagrande e Serra, com os dois postulantes ao título se tocando. Já Tony Kanaan escapou da pista, retornando ao traçado por conta própria.
Diego Nunes passou a pressionar Lucas Foresti em disputa pelo sétimo lugar, enquanto Denis Navarro acabou superado por Átila Abreu e Ricardo Zonta, despenando para o 13º lugar na volta 18. Um giro depois, Nunes tomou o sétimo lugar, enquanto Foresti passou a ser atacado por Rubens Barrichello a partir da 20ª volta.
Na volta 21, muitos pilotos voltaram à pista para completar a prova e pensar na segunda corrida. Campos abriu a última volta muito próximo de Camilo, mas viu o piloto da Ipiranga Racing seguir para a vitória.

Corrida 2:

Antes da largada, Thiago Camilo optou por visitar os boxes para trocar os pneus, abdicando do décimo lugar no grid após a vitória na corrida 1. A corrida começou com Pedro Cardoso mantendo a liderança, mesmo pressionado por Rubens Barrichello. Lucas Foresti apareceu em terceiro, sendo seguido por Galid Osman e Gabriel Casagrande.
Na segunda volta, Casagrande conseguiu a ultrapassagem sobre Osman, avançando para o quarto lugar. O piloto da Shell/Pole também foi superado por Ricardo Zonta, saindo do top-5. O Safety Car foi acionado no mesmo giro com Cacá Bueno escapou da pista com a suspensão quebrada, e um incidente entre Christian Hahn e Matías Rossi.
A relargada veio na volta 4, com Beto Monteiro vendo o capô de seu carro voar sobre o parabrisa. Na quinta volta, Casagrande abriu ataque sobre Foresti, mas acabou superado por Zonta. Mais atrás, Felipe Lapenna e Cesar Ramos disputaram com força a posição na reta dos boxes e, algumas curvas depois, se tocaram, com Lapenna parando na barreira de proteção, causando nova entrada do Safety Car.
A corrida recomeçou na volta 7 com Daniel Serra caindo da sétima para a nona posição, sendo superado por Allam Khodair e Daniel Serra. Na volta seguinte, Zonta abriu ataque sobre Foresti, sem conseguir a ultrapassagem. No nono giro, Barrichello finalmente conseguiu superar Cardoso, tomando a liderança da corrida. O piloto da KTF, depois, empurrou Foresti para fora da pista.
Os boxes foram abertos e, na volta 11, Barrichello e Casagrande entraram nos boxes, com o paranaense ganhando a posição. Na volta seguinte, Zonta fez a sua parada nos boxes, perdendo algum tempo, mas retornando à frente dos dois adversários. No mesmo momento, o piloto da Full Time superou o líder do campeonato.
Ricardo Maurício foi para os boxes e conseguiu retornar na liderança da corrida, depois de largar da 28ª posição, enquanto Barrichello passou por Zonta, pulando para o quarto lugar, ficando atrás também de Navarro e de Rafael Suzuki. Na 15ª volta, o piloto da Full Time passou pelo adversário da Cavaleiro, ganhando a terceira posição.
Tony Kanaan perdeu o teto do carro na 17ª volta, mas seguiu na disputa da corrida, enquanto Átila Abreu corria com uma das portas do carro aberta. Kanaan, na abertura da última volta, abandonou a prova. Na frente, Maurício seguiu para vencer a prova.


 
PARCEIROS REGIONAL
Maringá
-Veículos:
  Golden Car  Locadora
- Animais:
  Animal Center Maringá
- Alimentos e Bebidas
  Fatima Rico Tortas
- Lojas:
  Ricardo Eletro
- Clínicas:
  Clínica da Alma
- Vida Saudável
  Armazém Vida Saudável
Marialva:
- Papelarias:
 Papelaria Planalto
Agencias Publicitarias
Clever Adversing Grup.
- Jogos
  bet365
  Bet9Ja
  BETANO
  BoyleSports
  Caliente
  FAVBET
  Hollywood bets
  Pari Match
  Planet win
 Pokerstars
 SOLVERDE.pt
 Stoiximan
 WINBET


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp