MENU

24/06/2019 às 14h57min - Atualizada em 24/06/2019 às 14h57min

Jean-Eric Vergne vence o ePrix de Berna de ponta a ponta e dispara na liderança.

Do f1.mania.lance.com.br
Divulgação / FIA


O francês Jean-Eric Vergne, da Techeetah, conseguiu segurar o neozelandês Mitch Evans, da Jaguar, durante toda a corrida para vencer de ponta a ponta o ePrix de Berna, na Suíça, 11ª etapa da temporada 2018/2019 da Fórmula E, que foi marcado por bandeira vermelha logo na primeira volta e chuva forte no final.
Vergne manteve com sucesso a dianteira depois de ficar sob pressão durante boa parte da corrida, porém Evans foi perdendo contato na fase final da corrida. No entanto, uma forte pancada de chuva nos minutos finais viu Evans, bem como o terceiro e quarto colocados Sebastien Buemi e Andre Lotterer, colarem na sua traseira nas duas últimas voltas.
O francês da Techeetah cruzou a linha de chegada apenas 0.160 segundos à frente de Evans para conquistar a sua oitava vitória da carreira e a terceira nesta temporada. Vergne, que largou da pole-position, aumentou sua vantagem no campeonato para 32 pontos sobre seu companheiro Andre Lotterer, a caminho da rodada dupla final marcada para o próximo mês em Nova York.
Buemi, enquanto isso, completou o pódio em terceiro pela Nissan e.dams, à frente de Lotterer, que passou Sam Bird pela quarta posição com menos de dez minutos para o fim.
Bird acabou caindo para quinto, à frente de Maxi Gunther, da Dragon, em sexto.
Daniel Abt, Alex Lynn, Felipe Massa e Lucas di Grassi completaram o top 10.
Di Grassi conseguiu escalar o pelotão depois de ter largado da 19ª posição. O brasileiro acaba caindo para terceiro no campeonato, um ponto atrás de Lotterer.
 
A única bandeira amarela em todo circuito, a chamada Full Course Yellow, que funciona como o Safety Car Virtual da F1, foi dada na 12ª volta quando a Mahindra de Pascal Wehrlein parou na pista enquanto andava em quarto.
Um acidente na primeira curva causou uma bandeira vermelha longa.
A corrida foi paralisada por 40 minutos depois de um acidente na Curva 1 na largada envolvendo praticamente metade do grid.
Uma decisão de relargar nas mesmas posições de largada e não as posições após o complemento da primeira volta causou uma certa confusão e insatisfação entre os pilotos, particularmente Di Grassi, que subiu de 19º para 8º ao se livrar do acidente, mas não se limitou somente à ele, Antonio Felix da Costa e Felipe Massa também estavam entre os pilotos que foram tirar satisfações com a direção de prova durante a paralisação.
As equipes tiveram permissão para reparar os carros, que particularmente beneficiou Lotterer, que tinha um bico danificado, bem como Bird, que teve um furo no pneu.
O maior prejudicado foi o candidato ao título Robin Frijns, que não conseguiu relargar por conta dos danos em sua Virgin.
Jerome d’Ambrosio foi julgado responsável pelo incidente, recebendo um drive-through como punição.
A Fórmula E volta a ação para definir os campeões desta temporada nos dias 13 e 14 de julho com a rodada dupla de Nova York.
Confira o resultado do ePrix de Berna, na Suíça:
1) Jean-Éric Vergne
2) Mitch Evans
3) Sébastien Buemi
4) André Lotterer
5) Sam Bird
6) M.Günther
7) Daniel Abt
8) Alex Lynn
9) Felipe Massa
10) Lucas di Grassi
11) S.Vandoorne
12) A.F.da Costa
13) José María López
14) Alexander Sims
15) J.d’Ambrosio
16) Tom Dillmann
17) Oliver Turvey
18) Gary Paffett
OUT) Oliver Rowland
OUT) Pascal Wehrlein
OUT) Edoardo Mortara
OUT) Robin Frijns
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Fale conosco pelo Whatsapp.