MENU

18/06/2019 às 13h58min - Atualizada em 18/06/2019 às 13h58min

Maringá: Assembleias para debater a cidade começam hoje pela região central.

Da Dir. Com. Maringá.
Divulgação


A comunidade de moradores da região central de Maringá  abriram na noite desta segunda-feira (17) a série de cinco Assembleias de Planejamento e Gestão Territorial (APGTs), organizadas pela Prefeitura de Maringá, para ouvir a população sobre a Lei Orçamentária Anual (LOAs) para o exercício de 2020.
A APGT 1 desta noite foi realizada a partir das 19h30 na Escola Municipal Dr. Osvaldo Cruz, na Rua Otávio Periotto nº 166, no centro da cidade.
As outras quatro assembleias também terão início às 19h30 e vão envolver moradores de todos os bairros e distritos do município.
A APGT 2 está programada para terça-feira, 18, na Quadra de Esporte da Escola Municipal Gabriel Sampaio, localizada à Avenida Tuiuti esquina com a Rua Me. Mônica Maria, com moradores da região próxima ao Conjunto Lea Leal.
A APGT 3 será na quarta-feira, dia 19, na Casa da Cultura Alcídio Regini, na Avenida Sophia Rasgulaeff nº 693, no Jardim Alvorada.
A APGT 4 está prevista para o dia 24, segunda-feira, na Escola Municipal Pioneira Jesuína de Jesus Freitas, na Rua Flausina Francisca de Souza nº 290, na Vila Santa Izabel, que incluirá a participação de moradores do Distrito de Iguatemi.
A quinta e última reunião, a APGT 5, será realizada no dia 25 na Escola Municipal Padre Pedro Ryo Tanaka, na Av. Cerro Azul, nº 2.108, esquina com a Rua Maria Gaspar P. Moleirinho, no Jardim Novo Horizonte III, com a participação de moradores do Distrito de Floriano.
 
Ações prioritárias
As cinco Assembleias de Planejamento e Gestão Territorial são convocadas pelo Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial e coordenadas pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam) com o objetivo de consultar a população e ouvir quais são os investimentos mais importantes para a cidade no próximo ano.
Nos encontros serão discutas questões como segurança pública, serviços urbanos, manutenção de áreas públicas e infraestrutura urbana. 
Com as sugestões a serem apontadas, as secretarias municipais poderão planejar melhor seu orçamento para o ano que vem, garantindo uma melhor aplicação dos recursos municipais a partir das necessidades reais apresentadas pela população.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp