MENU

05/06/2019 às 14h23min - Atualizada em 05/06/2019 às 14h23min

Maringá: Associação de Ginástica disputa primeira competição do ano neste fim de semana.

Da Dir. Com. Maringá.
Aldemir de Moraes/PMM


A equipe da Associação de Ginástica de Maringá e Região (Agimar) participam entre os dias 7 e 9 de junho do Campeonato Paranaense Individual de Ginástica Rítmica Infantil e Adulto. A competição será em Londrina, no Ginásio de Esportes Moringão. A equipe maringaense contará com quatro ginastas na categorial infantil e quatro na adulta. São mais de 100 atletas inscritas de 16 clubes. O Paranaense será disputado nos níveis I, II e III. 
 
Cada equipe escolhe o nível que cada ginasta competirá. “Estamos indo para a competição com as oito ginastas inscritas no segundo nível. São atletas que possuem bastante talento e muito a ser desenvolvido na modalidade”, comenta a técnica da equipe Ingrid Silva. O primeiro nível é considerado o mais difícil na ginástica rítmica, em que a apresentação de uma série em uma competição exige mais da ginasta e a margem de erro é menor. 
 
No nível adulto II as atletas maringaenses Analice Martins, Gabrieli Correia, Isabela Saito e Maria Galassi se apresentarão nos aparelhos de arco e bola. As oito melhores apresentações avançam para a final. Além da premiação individual a Agimar disputa a competição entre equipes. Já na categoria infantil II as ginastas Camile Muniz, Geovana Barrim, Isabela Fujiweara e Mariana Manfre competirão na modalidade de mãos livres e corda. 
 
“A expectativa é de fazermos boas apresentações, o Paraná é um estado formador na ginástica com grandes equipes e isso aumenta o nível da competição automaticamente. Agora, nesses últimos treinos que antecedem o campeonato fazemos os últimos ajustes e acertamos os detalhes na coreografia. Porque na ginástica qualquer movimento errado a nota é descontada”, complementa a treinadora da Agimar. 
 
A auxiliar técnica da Associação, Aline Beatriz Morais, explica sobre o volume, preparação e intensidade nos treinamentos. “As ginastas começam antes dos oito anos normalmente no esporte, com isso a evolução, persistência e os fundamentos consequentemente também vem com uma idade baixa. Cada atleta tem seu tempo de aprendizagem”, cita Aline. 
 
Além dos treinamentos voltados para o alto rendimento, a Agimar trabalha com o projeto de formação esportiva no Centro Esportivo do São Silvestre, Ginásio do Parque do Japão e Ginásio Valdir Pinheiro. Mais de 300 meninas são atendidas pelo projeto desenvolvido com a Agimar, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesp). 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Fale conosco pelo Whatsapp.