MENU

27/04/2021 às 09h51min - Atualizada em 27/04/2021 às 09h51min

Indy: Herta impede ataque de Newgarden e vence em São Peterburgo.

Colton Herta venceu neste domingo (25) o Grande Prêmio de São Petersburgo, segunda etapa da temporada da Indy.

Leonardo Marson
Do F1mania.net.com.br
Indy Car

O piloto da Andretti Autosport foi dominante na corrida disputada no circuito montado nas ruas da cidade localizada na Flórida, sendo ameaçado apenas na parte final da corrida, quando Josef Newgarden tentou um ataque, sem sucesso.
A segunda posição ficou justamente com Newgarden, piloto da Penske que avançou uma colocação ao longo das cem voltas disputadas, terminando pouco atrás de Herta. O pódio ainda contou com Simon Pagenaud, companheiro de Newgarden na Penske. Jack Harvey, que largou da segunda posição, foi o quarto com a Meyer Shank, enquanto Scott Dixon, da Chip Ganassi, fechou o top-5.
 
Takuma Sato, que se envolveu em um incidente com James Hinchcliffe ao longo da prova, foi o sexto com a RLL, sendo seguido por Marcus Ericsson, sétimo com a Chip Ganassi. Will Power, que largou em 20º com a Penske, foi o oitavo, enquanto Rinus VeeKay, da Carpenter, foi o nono. Sébastien Bourdais, da AJ Foyt, completou o grupo dos dez melhores.
A corrida contou com três bandeiras amarelas. As duas primeiras foram provocadas por Jimmie Johnson, que perdeu o controle do equipamento da Chip Ganassi quando estava sozinho. Depois, já na parte final da prova, Ed Jones bateu durante uma disputa com Hinchcliffe, parando na barreira de pneus.
A próxima etapa da Indy será disputada já no próximo final de semana, no Texas. Em Fort Worth, a categoria realiza uma rodada dupla, com corridas no sábado e no domingo.
 

Confira como foi a corrida:

A corrida começou com Colton Herta mantendo a primeira colocação na largada, sendo seguido por Jack Harvey, Josef Newgarden, Simon Pagenaud e Sébastien Bourdais. Graham Rahal avançou para a sétima colocação, sendo seguido por Alexander Rossi. No fim do grid, Dalton Kellett superou Jimmie Johnson, relegando o hexacampeão da Nascar ao 24º lugar.
Sem alterações no pelotão da frente, Herta passou a abrir vantagem em relação a Harvey, enquanto Scott Dixon superou Pato O’Ward na quinta volta, ganhando a quinta colocação. Na décima volta, Rahal partiu para o ataque sobre Rinus VeeKay, em batalha valendo a sexta colocação. As paradas começaram na volta 11, com Dalton Kellet e Conor Daly, enquanto Ed Jones parou na volta 12.
Vindo nas últimas posições, Jimmie Johnson bateu na 16ª volta, abandonando a disputa em São Petersburgo. Apesar disso, a bandeira verde seguiu. Na volta seguinte, Romain Grosjean, Felix Rosenqvist, Will Power e Max Chilton visitaram os boxes para a primeira parada nos boxes. Já Herta quase bateu o carro da Andretti.
Apenas duas voltas após o acidente com Johnson, a direção de prova acionou a bandeira amarela. A relargada veio na volta 22 e Bourdais travou os pneus para não bater em Pagenaud. Rahal, por sua vez, conseguiu a ultrapassagem sobre VeeKay, tomando a sexta colocação. Mais atrás, Takuma Sato passou por James Hinchcliffe, que teve um pneu furado em um toque, e se dirigiu aos boxes.
 
Romain Grosjean raspou o muro, mas não precisou visitar os boxes. Já Sato passou por Ryan Hunter-Reay, ganhando a 11ª colocação. Mais na frente, Rossi deixou VeeKay para trás, tomando a sétima posição. Rahal, por sua vez, passou a atacar Bourdais, em disputa valendo a quinta posição nas ruas de São Petersburgo.
VeeKay seguiu despencando, e acabou superado por Dixon na volta 28. Pouco depois, o holandês foi superado também por Sato, que passou na mesma manobra O’Ward. Sem rendimento, o holandês da Carpenter e Hunter-Reay visitaram os boxes pela primeira vez na corrida. Na frente, Herta disparou quatro segundos de frente para Harvey.
Newgarden superou Harvey na volta 31 para tomar a segunda posição da corrida. O americano da Penske rapidamente começou a descontar a vantagem de Herta, trazendo-a para menos de três segundos na volta 33. Dois giros depois, Harvey, Bourdais, Dixon e O’Ward fizeram suas primeiras paradas nos boxes na corrida.
 
Líder da prova, Herta parou nos boxes na volta 36, em atitude seguida por Newgarden, Rahal, Sato e Ericsson. Na volta seguinte, foi a vez de Pagenaud e Rossi trocarem pneus e reabastecerem. Porém, o piloto Andretti se envolveu em um acidente com Rahal, tendo um pneu furado. O ex-Fórmula 1 teve um pneu furado e visitou os boxes na volta 40, enquanto o piloto da RLL seguiu na prova.
Herta abriu seis segundos em relação a Newgarden na volta 42. A partir daí, o piloto da Andretti Autosport passou a abrir vantagem sobre o bicampeão, alcançando oito segundos de frente na volta 47, nove no giro 53, e dez no complemento da passagem de número 58. Pagenaud, Harvey e Dixon completavam o grupo dos cinco primeiros.
Sem que houvesse trocas nas primeiras posições, Hunter-Reay abriu a segunda rodada de pit stops na volta 64, sendo seguido por VeeKay, no giro 65. Entre os líderes, Herta, Newgarden e Pagenaud pararam na volta 69, enquanto Dixon, Palou e Power trocaram pneus e reabasteceram na volta seguinte. No retorno aos boxes, Herta tinha nove segundos de frente para Newgarden.
 
Jimmie Johnson rodou mais uma vez na volta 74, provocando a segunda bandeira amarela da corrida em São Petersburgo. A relargada veio na volta 77 com Newgarden partindo para o ataque sobre Herta. Os dois rapidamente abriram vantagem em relação a Pagenaud. Harvey e Dixon completavam o grupo dos cinco primeiros.
Restando 21 voltas, Ed Jones se envolveu em um acidente quando batalhava com James Hinchcliffe, causando a terceira bandeira amarela da corrida em São Petersburgo. A relargada da corrida veio com 17 voltas para o final com Will Power passando por Scott McLaughlin, entrando no grupo dos dez primeiros da corrida.
 
Newgarden descontou a diferença de Herta, passando a atacar o líder da corrida na volta 86. Os dois também se distanciaram de Pagenaud, o terceiro colocado. Aos poucos, o piloto da Andretti se livrou do adversário da Penske, garantindo seguindo para a primeira vitória na temporada da Indy. Newgarden e Pagenaud completaram o top-3.
 
Classificação final (top-5):
1º – Colton Herta (EUA/Andretti Autosport-Honda) – 100 voltas
2º – Josef Newgarden (EUA/Penske-Chevrolet) – a 2s4933
3º – Simon Pagenaud (FRA/Penske-Chevrolet) – a 6s1496
4º – Jack Harvey (ING/Meyer Shank-Honda) – a 8s0833
5º – Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda) – a 8s9497


PARCEIROS REGIONAL
Agencias Publicitarias
Clever Adversing Grup.
  bet365
  Bet9Ja
  BETANO
  BoyleSports
  Caliente
  FAVBET
  Hollywood bets
  Pari Match
  Planet win
 Pokerstars
 SOLVERDE.pt
 Stoiximan
 WINBET
 
PARCEIROS CLUBE EXPRESS
Maringá
-Veículos:
  Golden Car  Locadora
- Animais:
  Animal Center Maringá
- Alimentos e Bebidas
  Fatima Rico Tortas
- Lojas:
  Ricardo Eletro
- Clínicas:
  Clínica da Alma
- Vida Saudável
  Armazém Vida Saudável
Marialva:
- Papelarias:
 Papelaria Planalto
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp