MENU

22/02/2021 às 11h07min - Atualizada em 22/02/2021 às 11h30min

Kenzie Academy acelera contratação de estudantes por meio de parcerias com empresas

Escola de programação atua com mentoria de carreira, oferecendo todo o suporte para a colocação do profissional no mercado de trabalho

SALA DA NOTÍCIA Analina Arouche
Divulgação
A tão sonhada oportunidade para atuar na área de Tecnologia da Informação (TI) está cada vez mais próxima de estudantes da Kenzie Academy, escola de programação que se posiciona como alternativa ao ensino superior, com expertise na formação de pessoas programadoras web full-stack em curso online de 12 meses. Isso porque a escola cumpre o propósito de garantir o ‘Sucesso do Aluno’ - programa interno, com metodologia proprietária, para identificar o potencial e as soft skills dos candidatos.

O programa tem dois papéis principais: o primeiro é garantir que o estudante tenha um aprendizado técnico de qualidade e, o segundo, está voltado para a colocação no mercado de trabalho. Com o objetivo de ser o mais assertivo possível nas contratações, a Kenzie oferece todo o suporte ao aluno, por meio de mentoria de carreira e um sistema de gerenciamento que analisa, de forma personalizada, a parte técnica, a evolução das notas e outras aptidões. Com isso, atua como uma facilitadora aos gestores e recrutadores de TI de seus parceiros, que aceleram essa contratação.

"As ações de parceria são muito importantes para complementar a orientação de carreira dos alunos, para que eles se sintam mais próximos das empresas pelas quais têm interesse, identificando-se com o fit cultural, porque emprego tem, o que precisamos é realmente criar um encantamento", afirma Rita Oliveira, mentora de carreira e head de colocação e sucesso do aluno na Kenzie Academy.

Uma das parceiras da Kenzie é a OmniChat, startup de software líder em chat-commerce no Brasil. "Em busca de candidatos e talentos que pudessem fazer parte do nosso time, decidimos realizar uma live com os alunos da Kenzie para que eles pudessem conhecer melhor a nossa empresa. A experiência foi incrível, fiquei muito orgulhosa com todas as perguntas, demonstrando uma formação com visão de negócio e muito antenada aos assuntos do momento, como a LGPD [Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais]", conta Ana Carolina Kotinski, head de people, na OminiChat.

A repercussão da live foi tão positiva, que depois do bate-papo, Ana Carolina recebeu quase 50 convites no LinkedIn. Foi a partir dessa iniciativa que a startup contratou Yanaiara Oliveira, 27 anos, para atuar como desenvolvedora de software na OmniChat. "Estamos muito satisfeitos com a contratação. Yanaiara demonstrou muito engajamento e dedicação nos projetos, fazendo excelentes entregas dentro do prazo", revela Ana Carolina.

"Minha experiência está sendo bastante intensa. Sabia que muita coisa iria acontecer, mas não imaginava o que estava por vir. Toda conversa vira uma aula, e a todo momento estou aprendendo coisas novas. A cada reunião saio com muitas anotações de comentários incríveis e tecnologias que preciso conhecer. É muito gratificante fazer parte disso", conta Yanaiara, que já participou do primeiro hackathon promovido pela empresa para encontrar junto à equipe uma solução para um problema real.

Para a head de colocação da Kenzie Academy, o sucesso da contratação está justamente nesse encantamento despertado tanto na empresa quanto no aluno. "A princípio, Yanaiara ficou preocupada com o seu cabelo rosa, mas isso não a impediu de conquistar seu espaço na área de tecnologia. Além disso, as empresas que participam ativamente da contratação de profissionais de nível júnior estão fomentando o mercado de desenvolvedores no Brasil, que ainda apresenta uma demanda enorme de profissionais qualificados", finaliza.

Sobre a Kenzie Academy Brasil
 
A Kenzie Academy é uma escola norte-americana que veio para o Brasil com o objetivo de ofertar ensino de qualidade para quem deseja trabalhar na área da tecnologia. Com o foco no aprendizado prático, ensina as principais linguagens de programação do mercado para o desenvolvimento de profissionais full stack, inclusive soft skills. A metodologia inovadora vai ao encontro do modelo de negócio inédito, em que o estudante só paga a mensalidade do curso após estar empregado e com remuneração mínima de R$ 3 mil por mês. https://kenzie.com.br/

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp