MENU

25/01/2021 às 18h44min - Atualizada em 27/01/2021 às 11h00min

Saiba como a inteligência artificial já está impactando o mercado

SALA DA NOTÍCIA LUCAS WIDMAR PELISARI

Ela foi representada em filmes de ficção científica como um futuro muito distante. Porém, a inteligência artificial (IA) está sendo usada em diversos segmentos do mercado, ainda que a maior parte do público não saiba. 

 

Na prática, a IA é um campo da computação que permite criar uma série de produtos e serviços a partir de dados. Por auxiliar nesses processos, e de forma rápida, diversas empresas estão utilizando essa tecnologia para garantir novidades aos consumidores. Veja só!

 

O Boticário

Em 2019, O Boticário lançou duas fragrâncias com a ajuda da IA: Egeo On You e Egeo On Me, cuja linha Egeo está disponível na Revista Boticário e nas principais lojas. Para criar o perfume, a marca de cosméticos fez uma parceria com a IBM e a empresa alemã Symrise, e utilizou um sistema chamado de Phylira. 

 

O programa cruzou uma série de dados e informações de fórmulas já utilizadas, além da aceitação dos consumidores. Dessa forma, ele conseguiu criar algo novo e interessante para o público. 

 

Amazon

Líder mundial em vendas on-line, a Amazon tem se destacado bastante quando o assunto é inteligência artificial. O grande destaque no mercado brasileiro é a Alexa, assistente de voz digital que ajuda em algumas tarefas domésticas. 

 

Por meio desse aparelho, o usuário pode fazer chamadas telefônicas, integrá-lo com a automação da casa, fazer perguntas - sobre receitas, por exemplo -, obter notícias sobre o mundo, ouvir músicas e muito mais. 

 

Além disso, nas lojas físicas da Amazon, existe uma tecnologia que rastreia os produtos que os clientes escolhem e cobra de forma automática por um aplicativo. Assim, não é necessário enfrentar filas e as compras são feitas muito mais facilmente. 

 

Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/iphone-smartphone-apps-apple-inc-410314/ 

 

Facebook

Muitos até sabem que o Facebook detém todas as informações dos usuários, mas não compreende que isso está relacionado com a IA. Um dos recursos que a rede social possui é o DeepText, um sistema que lê as mensagens e interpreta o estado emocional das pessoas que escreveram. 

 

Recentemente, a equipe do Facebook também criou uma solução que recebe informações e, a partir delas, consegue prever se o paciente com coronavírus precisa de cuidados mais intensivos. Dessa forma, a tecnologia poderá ajudar não apenas na pandemia, mas no futuro com relação a outras doenças. 

 

Alphabet

A Alphabet, que controla o Google, é uma das empresas que estão na vanguarda dos estudos sobre inteligência artificial. Durante o Fórum Mundial Econômico, por exemplo, a organização mostrou ser possível identificar um câncer a partir desse tipo de tecnologia. 

 

Esse é o resultado de anos que o Google está analisando exames e dados de pacientes. A expectativa é que em breve a IA possa dar diagnósticos mais rapidamente e, como consequência, ajude a salvar vidas. 


Como visto, apesar de a inteligência artificial soar muito futurista - como os carros voadores de filmes - na verdade, ela está mais próxima do que as pessoas imaginam. Muitas lojas digitais e redes sociais utilizam esse recurso para traçar estratégias e aumentar as vendas. Há até a possibilidade de que em breve a IA ajude a diagnosticar pacientes com câncer. Portanto, a tecnologia tem um forte impacto na vida de todos.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp