MENU

25/01/2021 às 13h41min - Atualizada em 27/01/2021 às 11h00min

Etiene Medeiros participa de live sobre racismo e ausência de atletas negros na natação

Bate-papo ao vivo com a campeã mundial realizado pelo Sesc Guarulhos será realizado nesta terça-feira (26) às 11h com transmissão via YouTube

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
http://zdl.pressroom.com.br
Divulgação
A pernambucana Etiene Medeiros participa na manhã desta terça-feira (26) de um bate-papo para tratar sobre um tema que sente, literalmente, na pele: a participação de atletas negros na natação. Assuntos como a luta contra o racismo, preconceito dentro e fora do esporte, inclusão, entre outros, estarão na pauta. A live, realizada pelo Sesc Guarulhos, terá início às 11h e contará com transmissão ao vivo pelo Canal do YouTube https://www.youtube.com/channel/SescGuarulhos. Etiene estará ao lado da jornalista Eliana Alves Cruz, que será responsável por conduzir a conversa.

Intitulado "Raias Negras", o bate-papo ao vivo vai abordar os principais fatos que, historicamente, afastaram os negros da natação. A jornalista falará sobre dados, estatísticas, políticas e costumes sobre o tema e a nadadora dará depoimento sobre as dificuldades que encontra numa modalidade com histórico de ter raríssimos competidores negros.

"Não pensei duas vezes ao aceitar o convite do Sesc Guarulhos para participar deste bate-papo com a Eliana. Este é um tema que sempre me interessa debater e que considero importante levar as pessoas à reflexão. Por isso, convido a todos para participar na manhã de terça", comenta Etiene, que é atleta do Sesi-SP e integra o programa olímpico da Marinha do Brasil. A nadadora tem apoio de Adidas, Nescau, Bolsa Atleta e Time Pernambuco.

Etiene Medeiros - Primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Mundial de Natação, Etiene está entre as melhores do mundo nos 50 metros costas há seis anos. Antes do título em 2017, em Budapeste (HUN), foi quarta colocada no Mundial em Barcelona 2013 e bronze em Kazan 2015. Ela também é bicampeã do mundo em piscina curta (Doha/2014, quando bateu o recorde mundial, e Windsor/2016), além da vitória no revezamento medley misto em 2014. 

Em 2019 acrescentou mais uma medalha em Mundiais, a prata nos 50 m costas. Única brasileira bicampeã pan-americana de natação - ganhou ouro nos 100 m costas em Toronto, em 2015, e nos 50 m livre em Lima, em 2019 -, Etiene soma nove medalhas no Pan, sendo quatro no Canadá e cinco no Peru.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp