MENU

22/12/2020 às 12h55min - Atualizada em 22/12/2020 às 14h50min

Compra de combustível em escala derruba margem líquida dos fornecedores e é chave no planejamento 2021

Mesmo com a oscilação no preço do petróleo, negociação digital fomenta a concorrência e se destaca como uma grande vantagem para as empresas na hora de abastecera frota

SALA DA NOTÍCIA AIs Comunicação e Estratégia Ltda
Combudata
Em recente declaração, o Ministro de Minas e energia, Beto Albuquerque, confirmou que a recuperação no consumo de diesel, gasolina e etanol contribui para que o setor de combustíveis feche 2020 em recuperação. O mercado reage com o anúncio das vacinas para o combate ao coronavírus e à flexibilização das medidas restritivas em países europeus, onde os motoristas voltam a pegar as estradas. Dados da Bloomberg mostram que na primeira semana de dezembro foi registrado o maior índice de movimento, nos últimos dois meses, depois de uma queda provocada pela imposição do lockdown em importantes países.

Frente a isso, a Petrobras anunciou um novo aumento do diesel e da gasolina. É a segunda vez, em menos de um mês, que a empresa reajusta o valor dos combustíveis. Com alta de 4%, o diesel sofre o 31º reajuste do ano, sendo 16 elevações; enquanto a gasolina, 3% mais cara, tem a 40ª alteração. A oscilação de preço, de acordo com especialistas, é consequência da recuperação da demanda global por petróleo e consequente valorização do barril de petróleo em âmbito internacional.

Não podemos esquecer que o preço final ao consumidor acrescenta, ainda, os tributos, taxas e custos para aquisição e comercialização dos combustíveis. Por isso, o consumidor final é o mais afetado pelo aumento”, observa Daniel Colella, CEO da CombuData, a startup que revolucionou a compra de combustíveis em escala.

De acordo com o ministro Bento Albuquerque, “o setor de combustíveis sofreu uma retração no consumo, principalmente nos meses de março e abril, porém já tivemos a recuperação no consumo de diesel, gasolina e etanol”. Embora essa recuperação seja muito positiva para a economia nacional, as empresas de frota são diretamente impactadas pela instabilidade do mercado, que provocou quedas na arrecadação e agora força uma retomada para as quais muitas ainda não estão preparadas.

Para evitar colapsos na hora de reabastecer, a plataforma da CombuData apresenta dados atualizados, estudos de mercado, simulações de compra e possibilita um planejamento de gastos para que não haja surpresas mesmo quando os combustíveis sofrerem novos reajustes.

“Ao comprar o combustível em escala, qualquer centavo conta. Por isso, além de monitorarmos o mercado e apresentarmos ao consumidor números e considerações relevantes, é possível obter uma análise, feita por nossos especialistas, e descobrir se os valores aplicados pelos fornecedores condizem com o atual cenário”, explica Colella.

Planejamento 2021

Os esforços, no próximo ano, se voltarão para a recuperação das empresas. Mas as garantias dos retornos financeiros dependerão de um planejamento que leve em conta os possíveis retrocessos econômicos e a insegurança do comércio. Com esse intuito, a CombuData oferece a versatilidade tecnológica, somada à expertise dos seus analistas, para indicar os cuidados que as empresas devem ter para garantir rentabilidade para os diferentes tipos de negócios que necessitam de combustível para suas operações, seja para abastecimento de veículos, maquinário, geradores ou tanques de armazenamento interno.

Um exemplo, desta dinâmica de monitoramento de preços, é a Auto Ônibus Brasília que conseguiu uma economia de R$206 mil em menos de um ano e meio. A implementação da plataforma CombuData aumentou as possibilidades de negociação e fez com que a empresa puxasse os preços do diesel para baixo, reduzindo a margem líquida dos fornecedores em 50%.
 
Marketplace
A CombuData lançou no último mês de outubro a CombuMarket, uma plataforma digital de compra e venda de combustível que de forma dinâmica permite os usuários a realizarem cotações imediatas, realizar a transação digitalmente com segurança e monitorarem a entrega. Ao acessar o portal online, o comprador consegue consultar todos os fornecedores cadastrados na região de interesse e ter acesso a todas as ofertas. O sistema está disponível nas regiões sul e sudeste, em breve será habilitado em todas as regiões do país.

Sobre a CombuData
A CombuData foi criada em Outubro de 2019, pensando nas empresas que compram combustível com recorrência. Frente à variação de preços de combustível, a plataforma apresenta aos consumidores uma visibilidade completa do ciclo de compras, onde é possível monitorar as condições oferecidas por seus fornecedores e, assim, analisar a saúde de suas compras. Consistência, controle e transparência formam o tripé desta solução que ampara uma estratégia de negócio voltada à redução de custos. A empresa anunciou neste ano o recebimento de um aporte de R$2,8 milhões do fundo Canary, que contou com a participação dos fundadores da Mobly. O destino é a área de recursos humanos e tecnologia, para que a proposta de compra inteligente de combustíveis seja cada vez mais fácil e dinâmica. A CombuMarket, garante o desenvolvimento de soluções para fomentar cada vez mais a compra e venda digital de combustível. Para os compradores, disponibiliza as melhores ofertas em uma única plataforma, enquanto para os fornecedores, representa uma grande oportunidade de abrir novos mercados e gerar mais negócios.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp