MENU

15/05/2019 às 16h21min - Atualizada em 15/05/2019 às 16h21min

ESCORPIÃO AMARELO: Fique ALERTA, saiba como evitar ACIDENTES.

Da Dir. Com. Maringá
Jornal Comércio.com


ESCORPIÃO AMARELO (TITYUS SERRULATUS) O escorpião amarelo tem hábitos noturnos e é natural da região Sudeste do Brasil. Essa espécie é constituída exclusivamente por fêmeas, que se reproduzem espontaneamente por partenogênese, o que facilitou sua dispersão para as demais regiões do país, causando grande impacto. Adaptou-se ao ambiente urbano e seu veneno tem potencial para causar acidentes graves, colocando em risco principalmente grupos de CRIANÇAS E IDOSOS. Nas áreas urbanas, se alimentam principalmente de BARATAS. Vivem de três a quatro anos e se reproduzem de duas a três vezes por ano, com média de dez a vinte filhotes por postura. Dentro das residências, procuram-se esconder em ambientes mais úmidos como banheiros e área de serviço. Mas também podem ser encontrados em qualquer cômodo. O escorpião e considerado um animal sinantrópico de difícil controle de população pois, apesar de existirem produtos registrados para este fim, seu uso não e efetivo em saúde pública e, quando usado, deve ser aplicado por empresa especializada em controle de pragas e, deve ser associado a todas as medidas de prevenção e controle ambiental. ONDE SE ESCONDEM Frestas, cantos, buracos, muros e paredes sem reboco; entre muros (nas divisas dos imóveis), em meio a folhas de plantas, entulhos, bueiros, encanamento de escoamento de água de chuva (grelhas); assoalhos em casas de madeira; Rede coletora de esgotos, em caixa de passagem, de gordura e encanamentos; Materiais de construção como, tijolos, telhas, lajotas, madeiras, pisos; Dentro de casa, em locais como: calçados, vestimentas, rodapé de madeira, vista de portas, roupa de cama, ralos em geral, atrás de móveis, objetos, cortinas, embaixo de tapetes, pano de chão, em toalhas de banho, em cestos de roupas para lavar, rodapé d e armários, conduítes de fiação elétrica.
COMO PREVENIR SUA PRESENÇA NAS RESIDÊNCIAS Rebocar muros, paredes, vedar buracos, frestas; Armazenar lajotas com os furos voltados para cima, telhas e madeiras na posição vertical; De preferência, armazenar roupas para lavar em cesto não vazado; roupas limpas para uso, colchas, cobertas, em locais fechados. Vedar adequadamente as caixas de passagens da rede coletora de esgotos, bem como, instalar válvula de retenção em sua saída, a qual fica na caixa de inspeção da Sanepar; Telar grelhas de escoamento de água de chuva (verificar se não compromete a vasão); Vedar soleiras das portas, e manter as janelas fechadas, a noite; Manter ralos fechados, quando fora de uso; Fazer controle de seu alimento (de preferência usar iscas); Trocar tomadas e ou interruptores danificados e ou colocar tampos nos que não são utilizados; Retirar materiais inservíveis do quintal (vistoriar esses materiais para não transportar o escorpião para outros locais e se iniciar uma nova infestação); os que ficarem para uso, manter afastados da parede da residência; Não descartar entulhos em terrenos vazios.
COMO EVITAR ACIDENTES: Acidentes ocorrem quando comprimimos o animal contra qualquer parte do nosso corpo ou, simplesmente, ao tocarmos no mesmo. Geralmente, a picada ocorre nas mãos, quando manipulamos objetos. Nos pés, quando descalços, pisamos em cima do escorpião ou, ao usar calçados. No tronco ou corpo em geral, ao usar uma vestimenta. Por isso, e importante que tenhamos alguns cuidados para evitar o contato com o escorpião. Evitar andar descalço a noite, dentro ou fora de casa.
FIQUE ALERTA: SAIBA COMO EVITAR ACIDENTES botas de borracha ao lavar calçadas; Ao acordar, procurar acender a luz e olhar para o piso antes de se levantar; Inspecionar o local antes de colocar crianças para engatinhar ou andar. De preferência, guardar brinquedos em local fechado e vistoriá-los antes de fornecer as crianças; Inspecionar calçados, roupas, toalhas, antes do uso; Manter camas e berços afastados da parede, bem como não deixar colchas e ou cobertas relando no chão. Evitar guardar materiais em baixo dos mesmos; Inspecionar camas e berços, antes do uso. Verificar colchas, cobertas, travesseiros, fronhas e, não deixar mosqueteiros relando no chão; Evitar a pernoite em colchão diretamente sobre o piso; Cuidado ao manusear todo e qualquer material em dispensa, depósito, ou que esteja em qualquer local, dentro ou fora da residência; Cuidado ao pegar tapetes, panos, que estejam no chão; Cuidado ao manusear folhinhas, entulhos e ou materiais de construção, de preferência usar proteção nas mãos.
O ESCORPIÃO DEVE SER IDENTIFICADO Ao encontrar um escorpião de qualquer espécie em sua residência. Faça a coleta do mesmo. De forma segura, coloque em um frasco. Se estiver morto, adicione álcool para conservar. Entre em contato com a ouvidoria municipal nos fones 156 (ouvidoria geral) ou 160 (ouvidoria da saúde). É importante receber a visita dos fiscais do Centro de Controle de Zoonoses em sua residência para que façam a coleta e a identificação do espécime. Também para fazer uma vistoria, identificando possíveis pontos críticos , abrigos, e orientar sobre medidas preventivas. IMPORTANTE! Em caso de acidente, favor encaminhar, o quanto antes, a vítima a unidade de saúde mais próxima para atendimento médico. Se possível, de forma segura, levar o animal causador do acidente para que o mesmo seja identificado. Isso facilita o atendimento.
FIQUE ALERTA: SAIBA COMO EVITAR ACIDENTES CUIDADO! A aplicação de certos produtos químicos, chuva forte ou ação mecânica (mexer onde estão abrigados), podem causar o desalojamento dos escorpiões, potencializando o risco de acidentes. Fique atento se algum desses eventos ocorrerem. OBS.: MESMO MORTO O ESCORPIÃO PODE CAUSAR ACIDENTES. SEMPRE O MANUSEIE DE FORMA SEGURA! Secretaria de Saúde (44) 3221-3100 FIQUE ALERTA: SAIBA COMO EVITAR ACIDENTES SECRETARIA DE SAÚDE Centro de Controle de Zoonoses (44) 3218-3136 | (44) 3901-1176
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp