Assinar Clube Express

PR: Governador libera mais R$ 403 milhões para a sa√ļde e entrega novos carros e ambul√Ęncias

Medidas envolvem o aumento de 20% nos pagamentos a hospitais privados e filantr√≥picos para internações de urg√™ncia e emerg√™ncia via SUS e mais R$ 150 milhões para a ampliação de cirurgias eletivas por meio do programa Opera Paran√°.

Por Da AEN em 25/10/2023 às 09:03:22
Medidas envolvem pagamentos a hospitais privados e filantrópicos para internações de urgência e emergência via SUS Foto: Roberto Dziura Jr/AEN

Medidas envolvem pagamentos a hospitais privados e filantrópicos para internações de urgência e emergência via SUS Foto: Roberto Dziura Jr/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta terça-feira (23) um aporte adicional de R$ 403,3 milhões para a √°rea da Saúde do Paran√°. Os recursos serão utilizados em aumento dos repasses para custeio das internações de urg√™ncia e emerg√™ncia no √Ęmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a ampliação das cirurgias eletivas a serem realizadas na segunda etapa do programa Opera Paran√°. Durante o mesmo evento, também foram entregues 183 novos veículos para a renovação da frota estadual da Saúde, que somam mais R$ 33 milhões. As medidas reforçam o atendimento regionalizado aos cidadãos, que é uma das metas do governo estadual nesta √°rea.

A maior parte dos recursos é destinada ao aumento de 20% nos repasses para custeio das internações e atendimentos de urg√™ncia e emerg√™ncia pelo SUS para hospitais privados e filantrópicos. O objetivo é ampliar o acesso, a qualificação e a estruturação de aproximadamente 240 unidades hospitalares, que respondem pelo atendimento de mais 70% da demanda de urg√™ncia no Paran√°.

Segundo Ratinho Junior, o reajuste permitir√° que o Paran√° tenha uma Tabela SUS própria, algo inédito no Estado. "É um dinheiro adicional que o Governo do Estado aporta para melhorar a tabela SUS, que est√° defasada h√° muitos anos, o que deve facilitar o custeio do trabalho dos médicos, enfermeiros e dos próprios hospitais", afirmou o governador.

O Hospital do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, por exemplo, receber√° cerca de R$ 2 milhões a mais por m√™s. O Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, ter√° um acréscimo mensal de R$ 400 mil, enquanto a Santa Casa de Jacarezinho receber√° mais R$ 80 mil.

O incremento foi pactuado entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) em junho e formalizado por meio da Resolução n¬ļ 902/2023 da Sesa. Os recursos serão adicionados ao pagamento pelas Autorizações de Internação Hospitalar, preenchidas pelas unidades quando o paciente é internado pelo SUS. Os repasses ocorrerão por um prazo de 18 meses em complemento aos pagamentos do governo federal. A Sesa estima que, neste período, os repasses totalizem R$ 253,3 milhões.

OPERA PARAN√ĀCom um aporte de R$ 150 milhões, o governo estudual também estabeleceu as novas normativas para a segunda etapa do maior programa de cirurgias eletivas do Estado – o Opera Paran√°. Os recursos serão usados para cirurgias das vias aéreas e superiores, da face, da cabeça e do pescoço; do aparelho da visão; do aparelho digestivo; do sistema osteomuscular e do aparelho geniturin√°rio.

Para o governador Ratinho Junior, o programa tem contribuído com a estratégia de regionalização da saúde. "Muitas vezes, as pessoas que precisam de procedimentos cirúrgicos t√™m que se deslocar centenas de quilômetros. Com este volume a mais nas cirurgias eletivas, nós vamos diminuir a fila da espera, colaborando com a saúde dos paranaenses, que terão mais agilidade e comodidade em seus atendimentos", disse.

A 1¬™ etapa do programa, que também contou com um orçamento de R$ 150 milhões, resultou no aumento de 41% nas cirurgias eletivas no Paran√° entre 2021 e 2022. O programa tem por objetivo diminuir as filas de espera e parte da demanda reprimida durante a pandemia. Além disso, o Opera Paran√° reforça a expansão dos serviços em hospitais públicos municipais, hospitais sem fins lucrativos e hospitais privados.

A estimativa é de que pelo menos 200 mil procedimentos eletivos e 300 mil consultas médicas especializadas caracterizadas como priorit√°rias precisem ser realizadas no Paran√°. A fila destes procedimentos est√° sendo compilada em um programa de gestão que integra os sistemas do Estado, municípios e consórcios.

PACOTE - Os novos investimentos anunciados pelo governador se somam a um pacote de 800 obras de construção, reformas e ampliação da infraestrutura da saúde do Estado para descentralizar os atendimentos médicos, aproximando-os da população. "São obras que vão desde um novo posto de saúde à construção de novos hospitais regionais e Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMES) para deixar a saúde mais perto das pessoas em todas as regiões do Paran√°", afirmou Ratinho Junior.

RENOVAÇÃO DA FROTA O governador entregou mais 183 novos veículos para a estrutura da saúde estadual. A compra, no valor de R$ 33 milhões, integra o maior pacote de renovação da frota da história do Paran√°. Neste conjunto, estão 30 ambul√Ęncias para o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emerg√™ncia (Siate) para reforçar o atendimento de urg√™ncia e emerg√™ncia em diversas regiões do Estado.

De acordo com o secret√°rio de Estado da Saúde, Beto Preto, o aumento da frota do Siate é fundamental para dar condições adequadas de trabalho aos bombeiros paranaenses que muitas vezes prestam o primeiro atendimento à população.

"O Corpo de Bombeiros faz trabalho exemplar no resgate pré-hospitalar no Paran√° inteiro. Em apenas um ano, o Estado adquiriu, com estas 30 unidades entregues agora, 95 novas ambul√Ęncias, algo que demorava até oito anos para acontecer antigamente", destacou Beto Preto.

O restante dos veículos é formado por 133 utilit√°rios e 20 furgões. Eles serão usados para o transporte de equipamentos, medicamentos, insumos e vacinas, garantindo mais conforto e segurança para os profissionais da √°rea. "São carros administrativos e operacionais da Secretaria da Saúde, para uso 24 horas por dia em todas as regionais de saúde, hemonúcleos, hemocentros e da Central de Transplante do Estado", explicou o secret√°rio.

IMPACTO AOS MUNICÍPIOS Presente no evento, a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt, disse que os investimentos anunciados vão ajudar toda a região dos Campos Gerais. "Serão sete novas ambul√Ęncias do Siate para a nossa região, além dos investimentos para os hospitais, o que vai fazer uma grande diferença para Ponta Grossa e também para os moradores dos outros municípios dos Campos Gerais que v√™m até a cidade receber atendimento", enfatizou.

Para o prefeito de Fazenda Rio Grande, Marco Antônio Silva, o executivo estadual tem sido sensível à necessidade dos municípios na √°rea da saúde, enviando recursos para a melhoria dos atendimentos. "Como prefeito, vejo que a população necessita de um atendimento médico mais humanizado e com agilidade. Estes recursos enviados agora e em outras levas anteriores pelo Estado vão proporcionar hospitais mais estruturados e, consequentemente, aumentar o nível do serviço de saúde prestado aos cidadãos".

PRESENÇAS Participaram do evento o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, João Carlos Ortega; o chefe da Casa Militar, coronel Sérgio Vieira; os secret√°rios estaduais das Cidades, Eduardo Pimentel; da Indústria, Comércio e Serviços, Ricardo Barros; da Segurança Pública, coronel Hudson Teixeira; do Turismo, Marcio Nunes; e da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Manoel Vasco; o diretor Financeiro do BRDE, Wilson Bley Lipski; a superintendente-geral de Desenvolvimento Econômico e Social, Keli Guimarães; o superintendente-geral de Apoio aos Municípios, Junior Weiller; o presidente da Assembleia Legislativa do Paran√°, Ademar Traiano; os deputados estaduais Alexandre Curi, Hussein Bakri, Marcel Micheletto Nelson Justus, Fl√°via Francischini, Luis Corti, Pedro Paulo Bazana, Matheus Vermelho, M√°rcia Huçulak, Marli Paulino, Artagão Junior, Soldado Adriano José, Ney Leprevost, Cloara Pinheiro, Anibelli Neto, Cantora Mara Lima, Tito Barrichello, Moacyr Fadel e Luiz Fernando Guerra; os prefeitos de Irati, Jorge Derbli; e Cascavel, Leonaldo Paranhos; o presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Paran√°, Charles London; e o presidente da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado do Paran√° (Fehospar), Rangel da Silva.

PARCEIROS CLUBE EXPRESS

Maring√°

-Veículos:

Golden Car Locadora

- Animais:

Animal Center Maring√°

- Alimentos e Bebidas

Fatima Rico Tortas

- Armazem Vida Saud√°vel

Armazem Vida Saud√°vel

Comunicar erro
Redes sociais Regional

Coment√°rios

Fale direto com o portal