MENU

07/09/2020 às 15h33min - Atualizada em 07/09/2020 às 15h33min

Peters vence, Yates defende amarela e Pogacar recupera tempo.

Oitava etapa Tour de Franse.

Do Pedal.com
Pauline Ballet\ ASO.


A vitória do francês, que fazia parte de uma fuga com 13 atletas, aconteceu depois que ele partiu solo na descida do Port de Balès, a penúltima do dia. Para vencer, ele dispensou Ilnur Zakarin (CCC Team) ladeira abaixo. O russo terminou apenas em quarto, sendo distanciado por Toms Skujins (Trek-Segafredo) e Carlos Verona Quintanilla (Movistar Team) na descida que antecedeu a linha de chegada - Zakarin é conhecido por sua falta de habilidade com a bike.


"Isso é maluco, absolutamente maluco. Sonhei com uma vitória de etapa no Tour de France e agora conquistei isso", afirmou Nans Peters, que tem 26 anos, festejando a vitória mais importante de sua carreira até então.
 

Classificação geral

A disputa pela liderança do Tour de France realmente promete ser intensa. Isso porque, diferente da dominância costumeira da Ineos (outrora Sky), nesta etapa ficou claro que, de fato, a Jumbo - Visma é o time mais forte, mas nem por isso ela exerce controle absoluto sobre o pelotão.

 
Tanto é que, na última escalada do dia, vimos Primož Roglic sem nenhum gregário. Com isso, o esloveno teve que controlar algumas acelerações sozinho.

Além de ficar sem ajudantes para Roglic, a Jumbo ainda viu seu plano B, Tom Dumoulin, tendo que realmente se sacrificar para ajudar seu líder. O holandês acabou perdendo mais de dois minutos no fim do dia.

Quem soube aproveitar-se da situação foi Tadej Pogacar (UAE Team Emirates). O também esloveno atacou repetidas vezes o grupo dos favoritos, até finalmente conseguir distanciar-se para recupera recuperar 38 dos 80 segundos que ele perdeu ontem - com isso, ele recobra o embalo na luta pela geral.

Mesma sorte não tiveram Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) e Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep). O primeiro, certamente sofrendo com as dificuldades de recuperar o corpo depois de uma quena na primeira etapa, acabou sobrando do bloco ainda no começo do estágio. No fim, ele cruzou a linha com 25 minutos de atrasou, dizendo adeus à qualquer chance de vencer o Tour.

Já Alaphilippe ainda tentou fazer uma graça na última subida do dia. Porém, logo depois de atacar o pelotão dos favoritos, o francês quebrou de forma espetacular. Ele precisou de 19 minutos a mais do que o vencedor para terminar o estágio.

O britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) fez o que pode para defender sua amarela. Durante as várias acelerações na subida final, ele acabou sendo distanciado. Mas, em todas as ocasiões conseguiu manter a calma e recuperar o contato. No fim, ele conseguiu cruzar a meta junto com os outros favoritos para a vitória final.

Primož Roglic (Jumbo-Visma) certamente pareceu ser o homem mais forte hoje. Apesar de não ter atacado, ele foi um dos maiores responsáveis por trazer de volta todos os que tentaram a sorte montanha acima.
 

Próxima Etapa

A etapa de amanhã, o segundo dia nos Pirineus, está coalhada de subidas bastante inclinadas. Trata-se de uma cenário favorável para escaladores puros e também para a vitória da fuga. A etapa 9 ainda vai exigir uma boa dose de habilidade dos ciclistas nas descidas - muitas delas prometem fortes emoções.
 
 
PARCEIROS CLUBE EXPRESS
Maringá
-Veículos:
   Golden Car  Locadora
- Animais:
   Animal Center Maringá
- Alimentos e Bebidas
  Fatima Rico Tortas
- Lojas:
  Ricardo Eletro
- Clínicas:
  Clínica da Alma
- Vida Saudável
  Armazém Vida Saudável
Marialva:
- Papelarias:
  Papelaria Planalto
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp