MENU

15/04/2019 às 15h36min - Atualizada em 15/04/2019 às 15h36min

Rins bate Rossi para vencer primeira na MotoGP.

grandepremio.com
Divulgação


Acabou o reinado de Marc Márquez nos Estados Unidos. Dono da pole, o #93 fez o esperado na primeira metade da corrida, mas, na décima das 20 voltas deste domingo (14), caiu sozinho e entregou a liderança na mão de Valentino Rossi. O italiano, então, teve de enfrentar Álex Rins, que aproveitou a velocidade superior da GSX-RR para dar à vitória para a Suzuki Moto GP. Considerando o domínio de Márquez, a vitória do espanhol era dada como certa nos Estados Unidos, mas o tombo mudou o cenário e acabou brindando os espectadores com uma bela corrida.
 
Em um fim de semana sólido, Rossi fez um bom combate, mas o déficit de velocidade da Yamaha era notório. Rins passou e até levou o troco, mas conseguiu abrir uma margem ligeiramente confortável. Na volta final, Valentino ainda recortou a diferença, mas Álex recebeu a bandeirada com 0s462 de margem para dar à Suzuki sua primeira vitória desde o GP da Grã-Bretanha de 2016.
Jack Miller conseguiu se manter como a melhor Ducati e recebeu a bandeirada no terceiro posto, 0s966 à frente de Andrea Dovizioso, que fez uma corrida de recuperação depois de uma classificação ruim.
 
Franco Morbidelli conseguiu seu melhor resultado na MotoGP e ficou como quinto posto, à frente de Danilo Petrucci e Fabio Quartararo. Depois da melhor classificação da KTM, Pol Espargaró colocou a marca austríaca no oitavo lugar, seguido por Francesco Bagnaia e Takaaki Nakagami.
 
Maverick Viñales, por sua vez, teve uma corrida para esquecer. O #12 queimou a largada, mas se enganou na hora de cumprir a pena que recebeu do Painel de Comissários. Depois de passar pela recém-criada volta longa, o espanhol teve de entrar nos boxes para um ride-through. O piloto da Yamaha, então, escalou até o 11º posto, à frente de Andrea Iannone.
 
Johann Zarco aparece na sequência, em 13º, 1s814 à frente de Miguel Oliveira. Tito Rabat completa a lista de pilotos na zona de pontuação.


O abandono de Márquez, aliás, provocou uma reviravolta na classificação da MotoGP. Dovizioso reassumiu a ponta com 54 pontos, três a mais que Rossi, o segundo colocado. Rins saltou para terceiro, à frente do #93. O top-4 está separado por nove pontos.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Fale conosco pelo Whatsapp.