MENU

01/11/2019 às 10h54min - Atualizada em 01/11/2019 às 10h54min

Sarandi VI Encontro Municipal de Medidas Socioeducativas.

Da Ass. Com. Sarandi
Ass. Com.\ Sarandi


A Prefeitura de Sarandi, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Serviço de Efetivação de Medidas Socioeducativas (SEMS) realizaram o VI Encontro Municipal de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto, que aconteceu na Casa da Cultura Irmã Antona no último dia 30.

 

O evento contou com duas palestras para os participantes, esses que faziam partes das secretárias municipais que atendem crianças, jovens e adolescentes encaminhados para as ações sócios protetivas do município.

 

Para abertura do evento a companhia de teatro CENATRUPE apresentou a história de um garoto chamado Juliano, também conhecido pelo apelido “Navalha”, onde retratava a maioria dos casos que acontecem com jovens que se inserem no mundo do crime, buscando condições melhores com uma crítica social até pelo preconceito vivido por essas pessoas.

 

Em seguida, a palestra: Uma Análise do papel das medidas socioeducativas frente a violência cometida por adolescentes – ministrada pelo Mestre, José Roberto Oliveira Santos deu início as discussões, logo após foi apresentada A municipalização das Medidas socioeducativas em Sarandi: um relato de experiência – ministrada pelo Doutorando, Everton Henrique Faria.

 

Para a Diretora da Proteção Social Especial de média complexidade, Ana Paula Gonçalves, o evento foi pensado e organizado no sentido de informar e divulgar a importância do trabalho do Serviço de Efetivação de Medida Socioeducativa para todos os setores públicos, OCIPS, e a população do município

 

“Enfrentamos diariamente o pré-conceito referente a esse trabalho, esse preconceito é advindo na maioria das vezes por falta de conhecimento do assunto. Entendemos e defendemos a possibilidade de um adolescente/ jovem que cometeu um ato infracional ter oportunidades em sua vida que façam com que ele reflita sobre suas ações e que possa ter oportunidade de melhorar, no entanto, quanto as portas estiverem fechadas para ele, seu futuro se torna incerto" relata.

 

O objetivo do evento é debater esse tema, para melhorar o atendimento dos adolescentes e jovens em questão de vulnerabilidade social no município.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp