MENU

14/08/2019 às 16h21min - Atualizada em 14/08/2019 às 16h21min

Maringá: Sema abre consulta pública para aperfeiçoar o plano de resíduos sólidos.

Da Dir. Com. Maringá.
Aldemir de Moraes\ PMM


A Secretaria de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema) Maringá, abre consulta pública para receber sugestões de melhoria do sistema de apresentação online do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS). A comunicação deve ser feita pelo e-mail sema@maringa.pr.gov.br, bastando apenas a apresentação de nome completo e telefone. O prazo vai até o dia 15 de setembro.
 
Todos geradores de resíduos sólidos perigosos, industriais, de saneamento básico, saúde, mineração, entre outros elencados no decreto municipal 2000/2011, devem apresentar o plano de gerenciamento no sistema online http://venus.maringa.pr.gov.br/residuos/.
O secretário de Meio Ambiente e Bem Estar Animal, Marco Antônio Lopes de Azevedo, lembra que a consulta pública é resultado dos trabalhos da comissão de revisão do plano, integrada pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comdema), Associação Norte Paranaense de Engenheiros Ambientais (Ampea), Associação Comercial e Industrial de Maringá (ACIM) e conselhos de classe.
 
“Revisar o PGRS decorre da necessidade constante de prestarmos serviços com mais agilidade, padronização e transparência nas condições para solicitação e libertação. Entendemos que soluções idealizadas coletivamente são sempre mais eficazes”, afirma o secretário.
 
O diretor de Licenciamento e Controle Ambiental da Sema, Marcelo Felix Frade, acrescenta também que a revisão do PGRS online visa dar segurança técnica e jurídica aos analistas da pasta, na avaliação dos planos, havendo ganhos ambientais e econômicos a todos envolvidos.
Frade ressalta ainda a importância da participação na consulta pública de consultores, contadores e demais profissionais ligados ao setor, destacando que a Sema estuda a remodelação do plano. “Ninguém mais do que os próprios usuários do sistema para avaliar o que pode facilitar o trabalho dos profissionais”, complementa.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Fale Conosco
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp